Contos

Resenha — Fogo Fátuo — Maurício Coelho

domingo, abril 03, 2016

Livro: Fogo Fátuo — Cortesia
Autor: Maurício Coelho
Editora: Novo Romance
Páginas: 170 - Ano:  2014
Gênero: Conto Nacional
Skoob: Adicione na estante
Nota: 2/5

Sinopse: Fogo Fátuo, conto inicial da coletânea, narra a história de Gilmar da Silva, um ribeirinho que cuida de três netos, além da esposa, um dia seu amigo de longa data bate à sua porta, no qual jura ter visto uma criatura de fogo. Para convencer Gilmar da verdade, seu amigo propõe uma aposta para saírem à noite em busca da criatura. O que seria a visão? Realidade ou loucura de suas mentes?

Seres de fogo, uma mensagem de outro mundo, um fóssil misterioso e até uma guerra iminente, são alguns dos elementos abordados. Tudo pode acontecer nas páginas desse volume.


RESENHA

O livro Fogo Fátuo, reúne uma coletânea de vinte  e seis contos. O primeiro fala sobre Fogo fátuo: Trazendo a história de um trabalhador que vive no interior. Seu amigo conta que viu sobre as águas uma criatura coberta de fogo em um rio local, ele amigo obviamente não acreditou e foi desafiado a ir até lá para comprovar. Os dialetos são tipicamente interioranos, as crenças e os temas folclóricos foram bem representados por aqui.

Outros contos do livro são representados por animais, como:  A Gatinha Que Atravessa a Rua, O Urubu, A Garça e o Peixe,  A Suindara, A Borboleta e os Mosquitos, muitas vezes relembramos as famosas fábulas nas passagens do texto, com referencial no cotidiano humano, a mensagem sempre deixa uma crítica ou reflexão social.

Outros contos como: A Osga e a Senhora, O Velho Rabugento, Zoológico e Nós Os Invasores, são sobre a relação do homem com a natureza. E representa a fúria entre natureza e o homem, e a mensagem deixada é justamente o contra ponto entre aceitar as coisas como são ou transformar fatos em ressentimentos.

A Sala dos Professores: é quase um relato de alguém contando como foi sua experiência durante um estágio de professor uma escola, mostrando diferentes pontos de vista através de uma única ótica.

Já os contos: Amor Virtual e Amor real, nos relatam as relações através da internet e como estamos nos comunicando através desta ferramenta.

O conto do Corvo é muito semelhante ao primeiro, fogo fátuo, trata-se de um criatura que aparece para uma unica pessoa.


O Carteiro e As três mulheres nos mostram aventuras de pessoas comuns que facilmente poderiam ser vividas no dia a dia. Em o Carteiro temos a história de um carteiro que precisa fazer uma entrega em um bairro perigoso e passa por diversos apuros. Já As três mulheres representa outro contra ponto da nossa sociedade, trata-se da história de três mendigas que vivem em família e seus relatos diários. Achei muito diferente e emotivo.

O Fóssil Brilhante é a história de um aficionado por fósseis que compra um fóssil com algumas propriedades misteriosas.

Sua Hora e A Coruja à luz do dia são contos opostos, em Sua Hora acompanhamos o tratamento que a sociedade oferece aos mais velhos. Já em A coruja à luz do dia, percebemos o tempo no futuro relatado através da percepção de uma jovem que descobre muito além de suas responsabilidades. Quase um balanço com moral ente o passado e o futuro.


Karma e o conto de um jovem rico que perde tudo e tem que reaprender a viver fora de seus confortos. A Teia Morfeustica, relata um personagem com estranhos sonhos após um evento traumático.

Até aqui fiz um breve resumo de alguns dos contos apresentados no livro. Como puderam notar é um material para quem busca por leituras rápidas e com conteúdo variado. Contos estes que abrangem desde dramas familiares, inter-relações pessoais, folclore popular, amor virtual, problemas de família, situações do cotidiano, mistério e bastante esoterismo.




Postagens Relacionadas

1 comentários

  1. Que bacana, adoro contos folclóricos/lendas. Eles simplesmente me fascinam, me lembram o tempo em que o irmão da minha avó nos contava os "causos" antigos!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Twitter

Twitter