Editora Suma De Letras

Resenha - Vai Sonhando — Megan Maxwell

segunda-feira, janeiro 18, 2016

Livro: Vai Sonhando!
Autor: Megan Maxwell
Editora: Leya - Lua de papel
Páginas: 280 - Ano 2014
Gênero: Romance erótico
Nota: 3/5 ♥

Sinopse: Rúben é um famoso jogador do Inter de Milão conhecido como “o touro espanhol”. Sua rotina se alterna entre os dias no campo de futebol e as noites ao lado de mulheres “tecnicamente perfeitas”. Até que ele se machuca gravemente durante uma partida e precisa ser operado. A volta aos campos é incerta. Seu tratamento e sua recuperação ficam nas mãos da fisioterapeuta Daniela, uma jovem que trocou Madri por Milão e que, ao contrário de seu paciente, está sempre com um sorriso no rosto.
O temperamento de um e de outro logo se choca. Ela rebate o mau humor e o aparente desprezo de Rúben com um otimismo inabalável, mas aos poucos fica evidente que a tensão entre os dois esconde uma inesperada atração.
O convívio diário com o jogador transforma a vida de Daniela, que, pela primeira vez em muitos anos, questiona a regra que impôs a si mesma — nunca ficar mais de dois meses ao lado do mesmo homem — na tentativa de esconder um terrível segredo. Com medo de estar se apaixonando por um dos maiores conquistadores do futebol italiano, ela tentará fugir antes que seja tarde demais.
Vai sonhando! é uma história passional, ardente e muito emocionante, no mais puro estilo Megan Maxwell, a autora espanhola best-seller da literatura erótica e romântica.


RESENHA


Espanha, um jogador de futebol famoso no mundo inteiro, conhecido como " O Touro Espanhol ", seu nome, Rúben Ramos, um mulherengo de carteirinha que pensa que a vida e universo são apenas diversões e superficialidades que giram em torno de seu umbigo, em uma partida de futebol com seu clube o astro cai, sua perna sofre uma lesão grave e ele precisa ser operado com urgência .....

No hospital, Daniela, uma fisioterapeuta cujo sorriso inunda qualquer um a sua volta, exceto do egocêntrico e rabugento Rúben, ela fará seu tratamento e o ajudará a recuperar-se para que "El toro", possa voltar para o ataque.

A convivência não é fácil, Rúben e Daniela tem uma antipatia mutua que se resume a hilárias cenas de morde e assopra entre os dois.


A princípio Rúben acha Daniela um tanto, estranha, o ponto abordado por Megan nessa questão é justamente o padrão de beleza física imposto pela sociedade e, que Ramos segue ao pé da letra, sempre acompanhado de belas mulheres, tipo top model, quando conhece Daniela ele deixa transparecer que a fisioterapeuta não tem os atributos para atrai-lo de maneira alguma, após um período de convivência entre eles as coisas começam a mudar, e eles tornam-se bons amigos.


No livro tem personagens incríveis como Suhaila e Israel, que são órfãos e vivem no orfanato Della Nona, um lugar que abriga crianças órfãs e com necessidades especiais, Rúben também irá se encantar com eles e passará a ver a vida e as pessoas de outra maneira.


Como característico de Megan, essa história envolve muito erotismo, porém desta vez o que me surpreendeu foi justamente como o tema foi abordado, diferente de sua série peça-me, em Vai sonhando, conhecemos uma história cujo sexo é abordado de maneira diferente, deixando mais foco nas cenas e no conteúdo da trama em si do que na parte erótica, muitas cenas apenas ficam subentendidas na imaginação do leitor. Outra característica marcante da autora é a personagem feminina, que assim como nos livros que já li, conseguem transpor qualquer tipica mocinha, as de Megan, são marcantes, independentes, decididas, fortes, engraçadas, de temperamento forte, e que envolvem sem esforços, gosto muito desse toque "guerreira" dado as protagonistas. É muito difícil eu me envolver em uma história primeiro com a mocinha, mas nas trama de Megan Maxwell isso não acontece, pois me identifico e crio uma ponte de ligação imediata com as personagens femininas, tanto protagonistas como antagonistas.

Não tem muito mais que possa compartilhar sem dar spoilers por isso o que posso dizer antes de finalizar é que: no começo jurei que iria odiar a leitura, estava tudo muito chato, a história acontecia em dois ambientes que não tem afinidade comigo: hospital e campo de futebol; o protagonista era frívolo, fútil e mimado, e achei uma verdadeira tortura, porém a partir da página 34 a leitura fluiu e me vi gostando da trama e dos personagens, desse ponto em diante a história foi só amor, apesar de ser um clichê (zão), eu curti, pude desfrutar do livro, gostei também desse outro lado da Megan de não explicitar tanto o lado erótico, deixar alguns pontos no ar para imaginação. No final da leitura me vi com sorriso no rosto vibrando as conquistas dos personagens e a finalização do livro.


Esse livro foi lido como parte do desafio literário proposto pelo blog, esse foi o primeiro item do mês de Janeiro. Se você quiser participar também, basta clicar aqui > http://www.oamantedelivros.com.br/2016/01/desafio-literario-2016.html
























Postagens Relacionadas

0 comentários

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Twitter

Twitter