Editora Suma De Letras

{Resenha} 8 Segundos de Camila Moreira.

quarta-feira, agosto 19, 2015

Título: 8 Segundos
Autor (a): Camila Moreira
Gênero: Romance 
Editora: Suma de Letras
Número de Páginas: 280
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione 
Comprare: Buscapé
Classificação: 3/5 ♥ 

Sinopse: 8 Segundos - O que fazer, quando dois mundos totalmente diferentes se chocam em uma realidade não esperada?Pietra sempre teve tudo o que desejava, mas após ser obrigada a passar trinta dias isolada em uma das fazendas da família, ela vai descobrir que nem tudo está ao alcance de suas mãos. Um peão de olhos azuis está tirando o sono da princesa da cidade.Lucas Ranger é um homem ligado às coisas mais simples da vida. Suas maiores paixões são o rodeio, o campo e os animais. Lucas não se deixa levar pelos lindos olhos verdes de Pietra, ele sabe que ela significa problema. Mas será que o cowboy indomável, irá se deixar laçar por uma menina de cristal?Oito segundos... uma história de amor e paixão superando as diferenças. 




Resenha


Pietra é a típica patricinha que sempre teve tudo de mão beijada, por isso acredita ser superior a todos. Em uma tentativa de fazer a filha cair em si seu pai faz um acordo com ela, o combinado é que Pietra viva por um mês na fazenda da família e em troca ela ganhará um apartamento em Paris. Mesmo a contra gosto a dondoca vai para a fazenda, afinal morar em Paris sempre foi seu grande sonho, ao chegar a garota conhece logo de cara Lucas Ranger, em uma cena bem engraçada a moça obriga o peão bad boy a carregar suas malas dando ordens a torto e a direito. Lucas entra no jogo e por diversão acaba acatando as ordens da patricinha de nariz em pé.


Quando o homem começou a caminhar em minha direção, percebi que ele era jovem, talvez uns 25, 26 anos. Alto, corpo bem-definido, e eu não conseguia identificar a cor dos seus olhos. Quando ele chegou mais perto, fiz uma careta e fechei o nariz com os dedos. — Argh! Que nojo! Já inventaram uma coisa chamada banho, sabia? — avisei com a voz fanha. O estranho me olhou de cima a baixo e deu um sorriso. O enorme chapéu que ele usava fazia sombra em seu rosto, impedindo uma análise mais detalhada, mas eu estava tão cansada que não tinha forças para tentar descobrir o que havia por baixo do acessório. — Pegue minhas malas — ordenei e voltei a caminhar. — E tome cuidado, são duas Louis Vuitton. Quando me virei para adverti-lo, notei que o idiota nem tinha se movido. — Por. Acaso. Você. Entende. Português? — Falei cada palavra pausadamente. Esses caipiras não estão acostumados com a civilização, então talvez ele estivesse com medo de mim. Com uma das mãos ele levantou a aba do chapéu e me olhou. Santa promoção! Que olhos eram aqueles? O azul mais límpido que eu já tinha visto na vida. 


Após se instalar na fazenda e não fazer questão alguma de se enturmar com aqueles caipiras como ela mesma diz, Pietra descobre que na fazenda tem um veterinário responsável pelos animais da Girassol. A garota fica toda feliz, afinal terá alguém alfabetizado com quem conversar.... Mas ao saber que o veterinário é Lucas a moça quase tem um ataque. Lucas além de cuidar dos animais da fazenda Girassol (fazenda que pertence a família de Pietra), também é peão de rodeio.


Lucas e Pietra são como água e vinho. Ele perdeu seus pais ainda quanto era menino e viveu com seu tio Santiago que o criou como um filho e com Mariana que é sua prima. Eles são muito unidos. Seu maior sonho é tornar-se um peão famoso e poder  competir nos grandes rodeios nacionais.


Pietra não faz planos para o futuro, sua vida é repleta de futilidades e bens materiais, nunca teve relacionamentos afetivos duradouros, o sexo para ela sempre funcionou como moeda de troca. Seu relacionamento mais longo foi com Rafael, um homem que fica com ela em troca de dinheiro e presentes.



Cheguei em casa irritado. Droga! Conhecia aquela garota havia menos de um dia e já sentia um ódio indescritível por ela. Mimada e fútil. É isso que ela era. Meu tio me contou como ela tratou os funcionários, e, se meu santo já não batia com o dela, aí que tudo acabou indo por água abaixo. Estacionei minha caminhonete e, antes de descer, fiquei alguns segundos pensando no meu dia. Como pode uma manhã maravilhosa terminar em uma tarde azeda como essa? Não conseguia entender por que essa garota me tirava dos eixos. Sempre fui um cara calmo e era conhecido por levar qualquer tipo de problema na esportiva. Já quebrei o nariz do Pedro, e outras pouquíssimas vezes discuti com alguns caras, mas não costumava brigar com ninguém, só que aquela Cristal tinha o dom de me abalar com aquele nariz empinado. 


Apesar de todas as desavenças entre esses dois personagens a atração entre eles é inevitável. Ambos decidem ter um relacionamento estimado em um mês, tempo em que Pietra precisa viver na fazenda. Deste momento em diante a personagem da patricinha começa a transformar-se, a garota fútil e vazia começa a perceber o real valor da amizade e da família, o amadurecimento da personagem emociona pois deste ponto em diante da história começamos a conhecer os motivos que levaram Pietra a virar aquela pessoa tão vazia.


 Acho que estava com crise de abstinência. Não podia ver o Lucas que a palavra “sexo” piscava diante dos meus olhos. Ele percebeu que estava muito próximo a mim e me soltou. Levou à boca a garrafa que segurava e terminou de beber a cerveja. — Você não conhece as pessoas por aqui — ele me disse, sério. — Então, segura a sua onda. Eu não acreditava que estava recebendo um sermão dele, no meio de todo mundo. Olhei em volta, mas percebi que quase ninguém estava prestando atenção na gente. Menos mau! Dei dois passos para a frente e me encostei no Lucas novamente, passando a mão pelo seu peito e ficando na ponta dos pés para alcançar o seu ouvido. — E como funcionam as coisas por aqui? — perguntei em um sussurro. Senti todo o corpo dele tremer. Ainda encostada nele, deixei minha boca e deslizei a língua pelo seu pescoço. Lucas envolveu a mão na minha cintura e colou seu corpo ainda mais ao meu, o bastante para que eu sentisse sua ereção. Adorei saber que eu mexia com ele da mesma forma que ele fazia comigo. Seu cheiro de caipira já estava ficando impregnado na minha pele. — Temos um ditado aqui no campo. — Ele se afastou um pouco e pude ver o desejo em seus olhos. — Nunca provoque um peão: ele só precisa de oito segundos para te enlouquecer.


Algumas revelações do passado surgem na trama e põe em risco o relacionamento dos mocinhos. A pergunta que permanece no ar é se realmente depois de tantos contratempos e de uma revelação tão forte seria possível um relacionamento estável entre o casal?




O coração do leitor fica apertado, na torcida por esse casal, super fácil nos afeiçoarmos a eles. Pietra uma jovem que tem a vida
emocional fragilizada, apesar de não aparentar, sofreu com o falecimento da mãe quando ainda era menina, por consequência nunca teve um pai presente em sua vida. Pietra que no fundo sempre foi uma garota carente em busca de afeto sincero, e encontra o verdadeiro significado da palavra amor em meio aos caipiras que tanto desprezava.


O livro é envolvente e tem um quê de novela mexicana com seu dramas e paixões intensas. A narrativa é fluida e os personagens são de fácil afeição. O lado cômico entre os personagens foi um ponto muito positivo ao meu ver, tirou o ar pesado dos dramas sem deixar a essência e a mensagem de lado. Sério, Lucas e Pietra são hilários e protagonizaram cenas engraçadíssimas. O valor da família e de amizades sinceras é uma mensagem sub oculta nas entrelinhas. O livro apesar de ter todo um apelo erótico não faz jus a fama, tem sim algumas cenas hot, mas tem muito mais história do que erotismo. Eu gostei muito da leitura e recomendo.


























Postagens Relacionadas

0 comentários

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Google Plus

Novidades Por E-mail

Arquivo do blog