Novidades

Minhas primeiras impressões — A mais pura Verdade de Dan Gemeinhart

domingo, março 08, 2015

Recebi da editora Novo Conceito, um livreto com os seis primeiros capítulos de "A mais pura Verdade" — gostei dessa novidade!



Lançamento: 23 de Março.
Pré Venda: Saraiva, Submarino


Sinopse

Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.
Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.






Minhas Impressões

O livro é muito emocionante, conta de história de Mark, um menino que tem um grave problema de saúde e muitos sonhos. Um dia cansado de ser derrotado por sua doença ele resolve se arriscar, pega sua mochila, seu cachorro Beau e vai para as montanhas, Mark faz isso sem avisar seus pais o que causa um forte desespero quando os mesmo se dão conta. No caminho muitas coisas acontecem, dentre elas Mark é exposto a muitos perigos, afinal é apenas um garoto de onze anos andando por aí. A policia é acionada e a busca por Mark começa, sua melhor amiga Jessie, já sacou tudo inclusive tem um forte palpite de onde seu melhor amigo pode estar, porém a dúvida a consome: ser leal ao seu amigo e traze-lo de volta para casa, ou deixa-lo seguir seu sonho e correr os riscos por isso. Mark percorre um longo caminho nesses seis primeiros capítulos, sempre com seu fiel amigo Beau seu cachorro que o acompanha dentro de uma mochila por todo trajeto. No caminho Mark acaba descobrindo que na vida tem muita gente ruim, mas também muitas pessoas boas. 

O livro é narrado em primeira pessoa por Mark e em terceira pessoa pelo narrador, em terceira pessoa vemos o que está acontecendo longe de Mark, sua mãe, os policiais, sua amiga Jess, e em primeira pessoa o que se passa exatamente naquele momento com Mark. Como o livro é narrado por um garoto de onze anos, tem uma linguagem bem simples e direta. 


Quote Favorito


 Jessie me disse alguma coisa sobre eu estar muito quieto 
 —Ah, ele é sempre calado — disse minha mãe. 
— Não  — Não é isso. 
Está mais para assustado.
 —Assustado? — perguntou minha mãe, com uma risada nervosa. — Do que ele teria medo?
A voz de Jessie virou um sussurro:
— Talvez ele esteja com medo de morrer — respondeu, com os olhos sérios cheios de lágrimas. 
— Ah, Jess, que coisa boba de se dizer, é só...
Mas eu a interrompi.
— Eu estou — eu disse. — Eu estou com medo de morrer. 

























Postagens Relacionadas

0 comentários

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Google Plus

Novidades Por E-mail

Arquivo do blog