Filmes e séries

Crítica: Filme - "Não Pare Na Pista - A Melhor Historia de Paulo Coelho" - Cinebiografia

terça-feira, outubro 20, 2015

Título: Não Pare Na Pista - A Melhor Historia de Paulo Coelho
Ano produção: 2014
Dirigido por: Daniel Augusto
Estreia: 14 de Agosto de 2014 ( Brasil )
Duração: 1h 52 minutos
Classificação: 16 - Não recomendado para menores de 16 anos.
Gênero: Biografia - Drama
País de Origem: Brasil - Espanha
Classificação: 4/5 ♥

Sinopse: Cinebiografia de Paulo Coelho, o filme se concentra em três momentos distintos da carreira do escritor: a juventude, nos anos 1960 (período em que é vivido pelo ator Ravel Andrade); a idade adulta, nos anos 1980 (Júlio Andrade); e a maturidade, em 2013, quando refaz o Caminho de Santiago (Júlio Andrade, maquiado). Usando como base depoimentos do próprio Paulo Coelho, a história perpassa os momentos mais marcantes da vida do autor, como os traumas, a relação com as drogas e a religião, sexualidade e a parceria com o músico Raul Seixas.



RESENHA





O filme apresenta três fases distintas da vida do escritor: sua adolescência vivida na década de 60, anos 80 pós Raul Seixas e, 2013 com sua saída do hospital após uma séria cirurgia. 

Filho rebelde que sai de casa brigado com o pai conservador, vira editor de revistas alternativas, vive em plenitude o sexo, drogas e rock’and’roll, que faz parceira com Raul Seixas.




Entre internações, drogas, policia, ditadura, eletro-choques, tentativas de suicídio, amores, drogas e Raul Seixas é onde começa Não Pare na Pista - A Melhor história de Paulo Coelho. O filme relata adolescência, pré vida adulta e seus tempos mais atuais, onde já é um famoso escritor. 


Na Primeira fase acompanhamos as brigas do pai rígido e conservador, que acha uma tolice o sonho do filho em ser escritor, para ele isso não é coisa de gente séria. Quando os impulsos e o senso de liberdade de Paulo se tornam mais vividos, ele mergulha de vez nas drogas e no Rock and Roll, o que gera um total distanciamento entre pai e filho, na tentativa de fazer o que julgava correto para impor limites o pai de Paulo, Pedro (Enrique Diaz) acaba o internando em uma clínica psiquiátrica, onde ele começa a fazer constantes tratamentos de eletro-choque. 




Na segunda fase, acompanhamos a vida de Paulo no inicio da fase adulta, onde é um editor de revistas de ufologia, graças aos artigos que publicava na mesma, conhece Raul Seixas. Com interesses em comum em esoterismo e magia acabam por formar uma parceria de sucesso, aliás sucesso responsável por "Guita" e "Sociedade Alternativa". 




Na terceira fase acompanhamos ele em um tempo mais atual, onde está mais maduro e já é um escritor famoso. 



A história é intercalada durante todo o tempo da vida de Paulo, misturando as décadas vividas e fatos aleatórios. Apesar das cenas fortes o filme não manteve a linha exagerada de vitimismo dos acontecimentos, justamente por essa intercalação. 

Os atores são excelentes e representam com maestria seus personagens. Baseado em uma biografia o filme pode ser visto por todos, independente gostar ou não do escritor, ou, de conhecer sua trajetória, o filme trás uma bela história que vale a pena ser vista, uma história de jornada em busca de si mesmo. 






Postagens Relacionadas

2 comentários

  1. Era o que tava faltando! Gosto muito de cinebiografia ainda mais de brasileiros que ficaram consagrados por algum mérito que conquistou! Não sabia que estava produzindo esse filme, com certeza vou ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei o filme, o mais legal é que pode ser assistido sem que você necessariamente seja fã do Paulo. O filme foi muito bom na minha opinião.

      Abraço, Vivi.

      Excluir

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Google Plus

Novidades Por E-mail

Arquivo do blog