Resenhas

Resenha: Eu Te Vejo de Irene Cao

quarta-feira, abril 29, 2015



Titulo: Eu Te Vejo
Autor:  Irene Cao
Editora: Suma de Letras
Número de Páginas: 208
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé
Classificação: 3/5 ♥ 


Sinopse:   Apesar de apaixonada pela arte e pelas cores de Veneza, cidade onde vive, a jovem restauradora Elena Volpe tem seu coração como uma tela em branco, pois nunca viveu uma grande paixão. Com 29 anos, a protagonista de Eu te vejo tem a sua vida transformada com a chegada de Leonardo Ferrante, um famoso chef de cozinha e o mais novo inquilino do palácio onde trabalha na restauração de um afresco.

O encontro com Leonardo abala suas certezas, abrindo as portas de um paraíso inexplorado. O chef sabe que o prazer é uma conquista para todos os sentidos – tem uma forma, um odor, um sabor – e guiará Elena até os limites mais doces e extremos do sexo, mas sob uma condição: nunca deverá se apaixonar por ele. A jovem aceita a proposta e deixa-se seduzir por este homem de passado misterioso, que parece fugir de seu desejo de prendê-lo a ela para sempre.


Resenha


O lugar escolhido para o cenário dessa estória é Veneza - Itália. 
Elena Volpe é uma mulher de 29 anos, restauradora de obras de arte, com pouca vida social. No momento ela está trabalhando em um grande palácio restaurando um quadro, o lugar parece perfeito e completamente de seu agrado, sossegado e isolado é justamente esse é seu tipo de ambiente preferido para trabalhar. O que ela ainda não sabia é que um famoso chef de cozinha estava chegando para arranca-la de seu mundinho sossegado. 

Leonardo foi contratado como chef de um finíssimo restaurante que será inaugurado na cidade, cujo dono é o mesmo do palácio onde trabalha Elena. A brilhante ideia de Jacop o dono do palácio é ceder a Leonardo esse imenso espaço para que seja sua residencia.  

Elena lógico não recebe bem essa notícia, já que para ela ter um estranho por perto pode arruinar tudo, pois seu trabalho requer esforço e total dedicação aos mínimos detalhes. 


Leonardo é o típico Don Juan, lindo e sedutor, pode ter qualquer mulher que quiser, para ele isso é completamente normal e não faz nenhuma questão em esconder isso de ninguém. Elena para lhe parece ser um grande desafio, então ele decide propor um acordo que beneficiará ambas as partes: ele propõe libertá-la de suas inibições, e ajudá-la a se abrir para o prazer, porém sem nenhum compromisso ou relação afetiva entre eles. Isso significa sem compromisso mesmo, Leonardo não faz questão alguma em ser fiel a Elena e tampouco se preocupa que ela saiba disso. 

A relação entre eles gira muito em torno do sexo, Leonardo é um homem bastante reservado, viaja para onde quer, faz o que quer, não gosta de dar satisfações e muito menos que lhe seja cobrado isso.

Ainda assim Elena sente-se completamente atraída por ele, mesmo sentindo que pouco a pouco já não é capaz de ser fiel ao acordo que ambos fizeram, ela não consegue abandoná-lo. 

Filippo é um amigo de Elena que recém chegou de Roma, ele é apaixonado por ela desde os tempos de escola. Mas como Filippo é um homem muito tímido jamais atreveu-se a revelar seus sentimento para Elena, pelo menos até se verem novamente, mesmo com discrição Filippo deixa claro que quer Elena e ela mesmo sem grande entusiasmo se deixa seduzir. Eles tem um relacionamento rápido, uma tentativa de Elena tirar Leonardo da cabeça, isso antes mesmo de ter qualquer acordo com o Chef.  


Considerações Finais

Na minha visão o livro é um pouco clichê, acredito que não seja um "ciclone" erótico como diz a chamada de capa, ele é romântico e tem a dosagem de erotismo exata, não é vulgar e geralmente as cenas eróticas aparecem com algum propósito não apenas para encher páginas. 

Achei um saco o personagem de Filippo, um homem completamente inseguro que não tem pulso firme nem para dizer e demostrar o que sente ou lutar pela mulher que segundo ele mesmo é a de sua vida. 

Quanto a Leonardo o charme fica por conta da sua maneira de se comportar, não faz o tipo de personagem que é simplesmente tudo como encontramos em muitos livros; o cara que é rico, bonito, inteligente, sedutor, que consegue tudo que quer e etecéteras a fora. Leonardo me conquistou justamente pelo seu temperamento que é: forte mais nada impositivo, ele quer algo e explica o porque quer e o motivo que do seu jeito será melhor, ele não é como a própria Elena diz o cara mais bonito do mundo, mas tem algo que o faz completamente irresistível. 

Elena para mim foi em muitos momentos uma mocinha bem irritante justamente pelo seu comportamento, achei um tanto juvenil demais para uma mulher de 29 anos, não que não existam pessoas assim, mas acredito que ela tenha me irritado justamente nos erros persistidos e nas inseguranças bobas na hora de assumir o que realmente quer e o que definitivamente não quer. 

O cenário é completamente rico, talvez no decorrer da leitura irrite aqueles que não tem muita paciência para demasiados detalhes, mas devo dizer que é apaixonante ver cada detalhe de Veneza descritos pela autora. 

Postagens Relacionadas

0 comentários

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Twitter

Twitter