Dica De Leitura

Livros nacionais de Chick Lit, que você deveria ler.

terça-feira, março 17, 2015



Primeira mente vamos esclarecer o o que é: "Chick lit" é um gênero ficção dentro da ficção feminina, que aborda as questões das mulheres modernas. Chick-Lits são romances leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna, independente, culta e audaciosa". Dito isso vamos as dicas. 



    

O livro conta a história de Sofia: uma jovem que fez uma viagem no tempo por acidente e vai parar na década de 1830. O livro foi a primeira obra escrita pela autora e foi publicado em 2011 pela editora Baraúna. 




* Esse livro está sendo sorteado no blog, participação até dia 10/04/2015. 







Este livro é a continuação de "Perdida", Sofia está de volta ao século dezenove e mais que animada
para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke.
Não tem como eu falar mais sobre o livro sem dar Spoiler sobre Perdida, por isso não vou me estender em relação a ele. Agora se você leu Perdida e gostou, com certeza irá querer ler Encontrada







Este é o segundo romance da autora Carina Rissi, a história fala sobre uma jovem que nunca quis se casar, mas se vê obrigada a isso por uma cláusula no testamento de seu avô que diz que a moça só poderá receber sua herança quando estiver casada. Com isso ela coloca um anúncio no jornal, tentando encontrar um marido de aluguel. 

Confesso que esse é um dos livros desta lista que mais estou ansiosa para ler. A premissa parece ser muito divertida e principalmente, muito envolvente. 







Freud, me tira dessa! narra a história de Catarina, uma jovem que passa a morar sozinha em função do novo emprego. Dona de uma vida amorosa catastrófica e disposta a rever suas escolhas, Cat busca ajuda na psicoterapia.  No auge de sua angústia, a personagem recorre ao pai da Psicanálise para sair dessa. Por meio das confusões de Cat, é possível não simplesmente rir, mas também se identificar com a profunda trajetória de autoconhecimento e aceitação da própria história.





Laura Lucy está à beira dos trinta e à beira de um ataque de nervos. De repente, a mulher decidida que pensava ser dá lugar a uma garota cheia de dúvidas diante de dois pretendentes bem-sucedidos, bonitos e charmosos; Sorte no amor e nos negócios é possível? Entre faturas de cartão de crédito, hambúrguer e batata-frita, amor incondicional pelo secador de cabelos e livros de autoajuda, ela tenta se equilibrar e conseguir realizar seus sonhos mais secretos.




Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. 

O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor!



Lucía é uma mulher de 30 anos, com uns quilinhos a mais, que ganha pouco, mora sozinha e leva uma vida meio sem graça. Sua vida até então monótona (casa, trabalho, casa) muda radicalmente quando Irina, sua irmã mais nova – e perfeita – anuncia que irá se casar. Ela teria ficado superfeliz com a notícia, se não tivesse sido vítima de uma aposta entre sua própria mãe e irmã: convencida de que Lucía será uma solteirona, sua mãe diz que pagará toda a festa se ela aparecer no casamento acompanhada por um namorado de verdade. 

Morta de raiva, Lucía decide desafiar a “profecia materna”. Ela tem sete meses e meio para conseguir um namorado e está disposta a fazer qualquer coisa para isso: sair com colegas de trabalho, resgatar velhos amores, tentar encontros pela internet. Encontro às cegas é um diário de uma mulher sobre uma busca cheia de situações inacreditáveis, porém reais, emocionantes, cruéis e divertidas.




Livros de Chick Lit com uma pegada mais Juvenil. 



Morta de raiva, Lucía decide desafiar a “profecia materna”. Ela tem sete meses e meio para conseguir um namorado e está disposta a fazer qualquer coisa para isso: sair com colegas de trabalho, resgatar velhos amores, tentar encontros pela internet. Encontro às cegas é um diário de uma mulher sobre uma busca cheia de situações inacreditáveis, porém reais, emocionantes, cruéis e divertidas.







MAIS é a sigla da amizade, formada pela inicial do nome das amigas Mari, Aninha, Ingrid e Susana. As MAIS são alunas do Centro Educacional Machado, no Rio de Janeiro e são inseparáveis. Tanto que resolveram escrever um livro juntas relatando suas aventuras mais marcantes de um ano inteiro. O livro é narrado pelas quatro amigas, cada uma contando uma parte do ano letivo.

Mari a pagadora de micos,
Aninha a intelectual,
Ingrid a romântica e
Susana a atleta.

Sonhos, frustrações, medos e micos (muitos!). Alegrias, conquistas e amores... Quatro personalidades diferentes, quatro maneiras de tornar a amizade única e inesquecível! Afinal, como diz a Mari, elas são as MAIS legais, as MAIS bonitas, as MAIS inteligentes e também as MAIS “modestas”.



Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu.

Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras.

Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.



Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música!

Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme de onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, onde ficava admirando a vista e sonhando... com um príncipe que ainda não conhecia.

Porém um dia o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida, sem deixar o mínimo espaço para o amor.

Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua história. E tudo que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!



Um grupo de amigos que só queriam levar um som e se divertir veem a vida virar de cabeça para baixo depois que publicam um vídeo na internet e se tornam sucesso imediato na rede. Retratando, com a sensibilidade e o bom humor de sempre, um fenômeno cada vez mais frequente em tempos de internet a fama instantânea e efêmera , Thalita Rebouças volta à literatura juvenil, depois de dois bem-sucedidos títulos infantis, em seu novo e aguardado romance, 360 dias de sucesso, o primeiro narrado por um protagonista masculino. Um livro divertido e emocionante sobre sonhos, ídolos, romance, amor não correspondido, traição, escolhas. E, claro, muita música.







Postagens Relacionadas

0 comentários

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Google Plus

Novidades Por E-mail

Arquivo do blog