Resenha Nacional

Resenha do livro Em busca do verdadeiro de Babi Barreto.

sábado, novembro 29, 2014



           
Sinopse:

Elisa Alcântara tem 21 anos, apesar de fazer o tipo de qualquer garoto, não sai com amigos ou possui qualquer atividade social. Passa os dias alternando entre ir a faculdade e dormir lamentando a culpa pela morte de Rafael, seu ex-namorado ciumento que morreu em um trágico acidente e não deixou para Elisa nada além de lembranças do que poderiam ter vivido. Rafael morreu aos 23 anos, dirigindo bêbado, quando pretendia reatar seu namoro com Lisa e agora se vê diante da mais difícil missão. Foi lhe concedido a oportunidade de ficar ao lado dela, para ajudá-la na busca do verdadeiro amor. O que Rafael não contava é que esta busca exigiria mais de si do que a redenção de sua alma. Poderiam eles descobrir o amor verdadeiro nessa jornada? Elisa seria capaz de amar novamente mesmo sendo guiada pelo responsável por quebrar seu coração? Haveria salvação para eles? A resposta para essas perguntas encontram-se nas diversas páginas desse livro que relata o quanto o amor pode ser irresponsavelmente belo.


Link para Comprar: http://www.livrostdl.com.br/



Resenha


 Primeiro devo informar que passei uma semana de ressaca literária depois que li este livro, segundo pode preparar a caixinha de papel porque a leitura deste livro é uma montanha russa de emoções. Quando vi Babi e a Editora Tribo das letras divulgando, converso que o que primeiro me interessou foi à arte da capa, fazer o que, sou assim, muito visual; mas foi quando li a sinopse foi que tive a certeza que queria ler este livro.
            Conhecemos Elisa jovem simples, nerd, a típica boa moça, que insiste em dizer que não tem dedo podre, mas namora há quatro anos Rafael, colega de escola bad boy, baderneiro, que não quer nada com a vida. A típica relação que tinha tudo p dar errado, e deu, mas não no começo, Elisa vê Rafa como seu herói, pois ele a “salva” de uma situação, mas o que era pra ser (e foi durante um tempo) uma relação simples acabou se transformando numa relação doentia. 
           

"Amor exige cumplicidade, amizade e uma boa dose de de de admiração. Amor sem respeito não se mantém. "


            Rafa exige tanto de Elisa e de seu relacionamento que o amor e admiração iniciais acabam minguando com tanta desconfiança e pressão. Depois de uma terrível briga Rafa bebe demais e decide pegar o carro pra tentar converse Elisa a retomar o namoro, mas acaba se acidentando e morrendo antes de conseguir chegar a sua amada. E é aí que começa a desenvolver a estória. Elisa luta pra não cair no precipício da culpa, por ter acabado com o namorado, Rafa “acorda” e descobre que morreu, mas que não fez sua passagem e que para tal terá que cumprir uma tarefa espinhosa.... ajudar Elisa a achar o amor verdadeiro.
             E é ai que a coisa começa a ficar tensa, Rafa não entende que morreu, que não pode voltar e ainda tem que ajudar sua amada, de quem tinham um ciúme doentio a achar um novo e verdadeiro amor. Em meio a todos os conflitos aparece Marcos, um fofo que se apaixona por Elisa, sabe que ela está quebrada por dentro, e que o coração não é como um quebra cabeça que monta e desmonta, mas como vidro que quebra, e tem-se que juntar os pedaços e aprender a conviver com as lacunas. Com uma narrativa linda, hora engraçadas (por parte de Rafael), hora densa por parte de Elisa ou leves com Marcos; Babi encanta com esta linda estória, que fez a resenhista chorar e se emocionar horrores.

Dicas: Músicas que gosto e associei aos personagens:


Rafael:


Elisa:

Marcos:




Postagens Relacionadas

2 comentários

  1. Minha linda...

    Que resenha MAIS MARAVILHOSA.
    Você captou todos os sentimentos que tanto desejei transmitir, e fiquei muito honrada que tenham te tocado.
    Obrigada por todo o apoio e carinho.

    Te adoro...

    Bjux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aì Bárbara quando comprei seu livro, inclusive foi com você mesma, venho autografado com uma linda dedicatória, já tava namorando com ele a algum tempo, mas só agora pude comprar e parei os outros que estava lendo para lê-lo e não me arrependi, foi como falei na resenha e na linha do tempo do seu face, ameeeei, a tempo não lia algo que me tocasse tanto, passei uns dias sem conseguir pegar outro livro, ainda ruminando a estória na cabeça, parabéns pelo lindo livro e pela simpatia. Bjus

      Excluir

Obrigado por comentar no blog!
Volte sempre!

Facebook

Twitter

Twitter